série MA
 
Claudia Kiatake artes art brazilian artist Ma pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist escultura sculpture
A série Ma é uma reflexão sobre um importante elemento da cultura japonesa e fala também sobre o vazio, o silêncio, um dos temas de pesquisa de meus trabalhos. Esta expressão ficou conhecida no Ocidente após 1978, com a exposição “Ma: Espaço-Tempo do Japão”, realizada em Paris pelo arquiteto Isozaki Arata, e pela primeira vez, os japoneses se viram obrigados a definir este "modo de vida" dos japoneses. Considerado um “senso comum” e um elemento da cultura japonesa, o MA é o entre-espaço ou o espaço intervalar, o vazio. O vazio não pela sua vacuidade e sim pela possibilidade de ter muitos significados, ou ainda, "o espaço intervalar entre as notas musicais“,  principal inspiração da série a seguir.
Claudia Kiatake artes art brazilian artist Ma pintura painting
 
DETALHE MA3_edited.jpg
DETALHE MA2_edited.jpg
detalhe da obra
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
série DNA
Na pesquisa sobre a Ancestralidade, surge uma questão: O que nos define é o nosso DNA? Vamos alterá-lo. Talvez a alma se rebele, talvez nos deixe ou talvez assuma o comando de uma vez. O que corre em nossas veias é sangue: vermelho, cor de rosa, azul, cor importa? A ancestralidade genética será sempre vista pela lente da ancestralidade cultural.
 
série tensão
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Na série tensão o papel japonês washi é esticado e colado em um chassi de madeira preta. Sobre o papel é aplicada a cera de vela, o nanquim e, em algumas obras, utilizo o papel washi de 3gr e nanquim em pó,  com interferências da fuligem da chama da vela e do uso do fogo com um maçarico. O fogo ao ser usado diretamente no papel traz a tensão ao trabalho, colocando em risco a existência da própria obra. E a linha tênue entre a obra existir ou não é uma reflexão direta sobre a nossa própria existência.
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
detalhe da obra
 
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
série através-fluxo luminoso
A cera de vela é derramada sobre o papel washi, o nanquim atravessa o papel e a fuligem da chama da vela atua como pincelada. O papel queimado pelo fogo e a purpurina de nanquim trazem sombras e cor à obra. Os fios de seda de tecido de obi são as interferências. A retroiluminação atua como agente externo e evidencia a transparência da cera sobre o papel. Existe algo que não havia sido revelado, uma nova realidade é formada a partir do conjunto de todos estes elementos.
 
série movimentos migratórios
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
A Série Movimento Migratório é uma reflexão sobre origens e destinos: de onde viemos e para onde vamos, um percurso desconhecido, uma cartografia instável, imprecisa, por vezes desconfortável e eternamente nova. Nesta obra, a trama dos fios de algodão é transformada de forma inesperada pela força do nanquim que, carregado de sua materialidade, contrapõe-se à leveza dos fios de seda que pontuam as rupturas ao longo do movimento. A cera da vela, símbolo da efemeridade, está presente em todo o trabalho.
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
LOGO-SF.png
 
Claudia Kiatake artes art brazilian artist escultura sculpture
série movimentos circulares
O movimento circular surge em várias obras, nas esculturas e pinturas. O movimento gestual do círculo está presente nas estruturas metálicas, nas chapas calandradas e também na pincelada livre. O círculo carrega a ideia do todo, e do vazio, do que está dentro ou fora dele e do espaço negativo. Ressalta o vazio, a parte sem tinta, os "buracos“ da obra, tão importantes quanto à parte estrutural.
Claudia Kiatake artes art brazilian artist escultura sculpture
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
 
Claudia Kiatake artes art brazilian artist escultura sculpture
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
   série kokoro
Kokoro é um ideograma do kanji japonês e pode ser traduzido como coração ou mente ou espírito, pois para os japoneses este conceito é indivisível. As pinceladas das letras japonesas em kanji são únicas, sem retoque, e cada traço dos ideogramas possui uma ordem e uma direção correta. A escultura kokoro feita em madeira e depois tingida foi esculpida da mesma forma como se escreve o seu kanji, seus côncavos e convexos seguem a pressão feita pelo pincel japonês sobre o papel durante a escrita. 
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
 
série perspectiva 
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
A cultura japonesa valoriza o coletivo em detrimento do indivíduo e isso se reflete também no conceito da perspectiva oriental que apresenta uma visão aérea, levando em consideração não apenas um único ponto de vista (ou um ponto de fuga), mas a visão do todo. É uma perspectiva frontal e em camadas, assim como as obras aqui apresentadas.
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
série movimento no tempo e espaço
 
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
 
papel washi
Obras em nanquim e cera de vela sobre papel japonês washi. Estes papéis são feitos de fibras de árvores japonesas, (Kozo, Gampi e Mitsumata) em variadas composições. Recentemente o papel japonês Washi (和紙) foi declarado Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade, pela UNESCO, um reconhecimento do trabalho milenar das famílias artesãs. O Washi é considerado um papel de altíssima qualidade por sua durabilidade de milênios de anos e em minhas obras é um forte contraponto à cera de vela (parafina), um símbolo importante de efemeridade.
série original
 
Esta série marca o início dos trabalhos em lona, onde ainda de forma experimental, a artista usou como suporte, telas preparadas de mercado, porém já explorando seu verso também, em uma tentativa de buscar um suporte mais rústico e apropriado para iniciar suas pinturas.
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting
Claudia Kiatake artes art brazilian artist pintura painting